Início Clipping “Não se pode, por combater fake news, colocar em risco a liberdade...

“Não se pode, por combater fake news, colocar em risco a liberdade de expressão”

Brasília, 16 de maio de 2018 – O presidente do Senado, Eunício Oliveira. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
Eunício Oliveira - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Quando a imprensa tradicional começou a falar em “fake news”, soava claro o que estava em jogo: acostumada a ter o oligopólio da versão dos acontecimentos, via o próprio poder de persuasão ruir com o surgimento de veículos independentes que cresciam justo ao desmentir as “narrativas” plantadas na mídia pelas mais variadas forças políticas.

Por isso a fala de Eunício Oliveira em evento promovido pela Associação Brasileira de Rádio e Televisão, ainda que por linhas tortas, é tão importante. Nela, o reconhecimento de que no pretenso ataque a notícias falsas reside um alto risco de institucionalização da censura.

O presidente do Senado entendeu o suposto fenômeno das “fake news” como uma “ameaça que interfere na democracia”. Ainda que careça de estudo sério que dê suporte à afirmação, o emedebista chegou à conclusão destacada no título mais acima:

Não se pode, por combater fake news, colocar em risco a liberdade de expressão. O Congresso Nacional, sob minha presidência, não patrocinará qualquer tipo de censura prévia ou cerceamento do direito à liberdade de opinião”

Ótimo. Que a promessa seja cumprida.

Eunício ainda aproveitou a participação no seminário para dizer que havia determinado, no Senado, a elaboração de projetos de lei que possam subsidiar o debate também na Câmara dos Deputados.